Comece a criar o seu logótipo

Como funcionam os gráficos vetoriais e por que utilizá-los?

Publicado: 15/12/2020

Ao criar um logo você está destinado a encontrar o termo “vetor” - usando ou não uma ferramenta de logos. Em uma linguagem mais simples, vetores gráficos podem ser descritos como caminhos definidos por um começo e um fim, com outros pontos, curvas e ângulos inclusos. Um caminho pode ser uma linha, um triângulo, uma curva ou um quadrado. Vetores gráficos podem ser simples ou complexos, da forma que você desejar.

…E para irmos um passo adiante, vetores são compostos de curvas formuladas. Vetores gráficos e objetos são baseados em um sistema de coordenadas chamado Sistema de Coordenadas Cartesianas, onde pontos são encontrados em um gráfico em pares de números. Uma terceira coordenada (z) pode ser adicionada para criar modelos tridimensionais. 
 

Apesar de isso ser um pouco fora do assunto sobre design de logos, isso é importante para entendermos a idéia básica dos pontos no vetor. Cada caminho, linha, curva ou forma está em sua melhor qualidade em qualquer tamanho que você deseje compartilhar ou imprimir seu design porque a imagem é reconstruída perfeitamente em sua equação precisa.

Arquivos vetores são utilizados na indústria da impressão, por exemplo para aplicar logos em outdoors, cartões de visita, catálogos, panfletos, calendários e outros produtos promocionais. Na área do web design, os logos podem ser vistos em qualquer lugar, de espaços para propaganda na web a mídia sociais.


Alguns anos atrás nós apresentamos o mundos dos arquivos vetores.  Agora estamos de volta para mergulharmos a fundo neste assunto e explicarmos a importância de utilizarmos os vetores, especialmente quando criamos um novo logo. Nós também vamos compartilhar algumas recomendações.

 

Tipos de arquivos de vetores gráficos


Gráficos Vetoriais Escaláveis, ou “Scalable Vector Graphics" (SVG) são projetados para vetores gráficos bidimensionas e são utilizados geralmente em páginas da web. Os arquivos SVG são baseados em XML, que significa "Extensible Markup Language”(Linguagem de Marcação Extensível). É uma linguagem de marcação que define um conjunto de regras para codificar documentos em um formato, fazendo que tanto humanos quanto máquinas consigam lê-lo.

Os SVG possuem imagens, texto e animações. Os arquivos arem tanto em editores de imagem quanto de texto. Os elementos gráficos são perfeitamente escaláveis e mantém sua alta qualidade mesmo quando editados, o que faz com que eles sejam ideais para criar ilustrações para a web e editar arquivos.

Arquivos Adobe Illustrator (AI) foram criados especificamente para o Adobe Illustrator. Os AI possuem algumas limitações, mas ainda são compatíveis com a maioria dos editores de imagens. Esses arquivos oferecem uma qualidade de imagem aceitável mesmo quanto aumentados. Os arquivos AI podem ser convertidos facilmente para arquivos .pdf, e para isso o software Adobe Acrobat é a melhor ferramenta de edição. O trabalho que você faz no  Illustrator é não-destrutivo, o que significa que a conversão para um arquivo PDF deve ser o último passo.

Arquivos Portable Document File (PDF) são arquivos vetores que surpreendem a muitas pessoas porque eles são muito utilizados fora desse contexto. PDF é um formato popular criado pela Adobe para mostrar materiais imprimíveis (logos vetores), apresentações, e documentos. Ferramentas PostScript permitem que se adicione links, animações, e sons ao seu arquivo. Os PDFs são úteis para salvar arquivos que contém tanto imagens quanto texto. Elementos gráficos em PDFs ocupam pouco espaço, são mostrados corretamente em diferentes sistemas e aparelhos eletrônicos, e permitem uma vasta gama de opções de impressão, fazendo com que esses arquivos sejam muito úteis. Muitas impressoras os utilizam como o padrão para impressão.

Os arquivos Encapsulated Postscript (EPS) foram criados pela Adobe e são compatíveis com todos os editores populares, como o Illustrator, Photoshop, CorelDraw, e GIMP - entre outros. Arquivos EPS permitem que se use uma vasta quantidade de ferramentas para editar e processar seu vetor sem que se perca a qualidade da imagem. Eles são muito usados na industria da impressão profissional.

 

Trabalhando com um arquivo de vetor gráfico

Antes de você abrir um arquivo vetor, é importante que você possua o software correto e as fontes certas instaladas de acordo com as necessidades de seu projeto. 

Você pode fazer o download de suas fontes em seus sites favoritos, ou você pode mover um arquivo de fonte de uma pasta de fontes já existente em seu computador. Clique com o botão direito do mouse para deszipar o arquivo da fonte se for um arquivo ZIP, e então botão direito novamente (ou pule para) o arquivo para selecionar “instalar” no menu que aparecer. Você verá uma nova janela confirmando a instalação e sua nova fonte ficará visível no menu de fontes de seu software.
É importante possuir o software correto para trabalhar em seus arquivos vetores. Os programas abaixo permitem que seus usuários utilizem comandos específicos para editar, criar, exportar e compartilhar.

- Adobe llustrator é o editor mais utilizados e muitos outros softwares simulam sua interface.

- CorelDRAW é um editor de vetores que lê e cria arquivos em EPS, AI, PDF, SVG e outros. É o segundo editor mais usado no mercado, logo após o Adobe Illustrator.

- Affinity Designer é um software de design gráfico profissional criado especialmente para interface de usuário (UI) e experiência de usuário (UX) design…e uma alternativa mais barata para o Illustrator.

 

Softwares de gráficos vetoriais gratuitos recomendados:


Os programas abaixo são gratuitos, open source e recomendados por serem fácies de usar, especialmente para iniciantes.
- Vectr é um software simples, porém poderoso, multi-plataforma, utilizado para criar arquivos vetoriais intuitivamente e facilmente.

- Inkscape é um editor de vetores compatível com Linux, Windows, e macOS. O software promete uma interface fácil de utilizar com muitas ferramentas seguidas por instruções fácil de seguir.

- Gravit Designer é um aplicativo de design gráfico que oferece diversas ferramentas para desenhar vetores. Apesar da interface parecer intimidadora, seu guia de usuário é bem fácil de entender e amigável

- Skencil é im aplicativo interativo para desenhar vetores que é especialmente útil para usuários familiares com a linguagem Python. 

 

Por que usar um arquivo vetor?
 



Arquivos em vetor são flexíveis com redimensionamento. Usuários são capazes de aumentá-los e diminuí-los o quanto quiserem sem perder a qualidade da imagem.

Arquivos em vector também são flexíveis com exportação. Esses arquivos podem ser exportados para qualquer tipo de arquivo gráfico que você precisar, incluindo qualquer formato raster, como PNG, JPEG, GIF, e TIFF.

Arquivos em vetor ocupam muito pouco espaço em seu disco, porque não existe nenhuma resolução fixa. Esses arquivos levam em consideração a resolução do aparelho eletrônico o qual está sendo mostrado (por exemplo, monitores, impressoras, etc).
 
Consequentemente, arquivos em vetor possuem uma imagem com a qualidade mais alta porque eles não dependem da resolução da imagem. Arquivos em vetor possuem pontos de grade em vez de uma aproximação, que é o que um arquivo raster ofereceria. Isso nos traz ao nosso próximo assunto importante: os arquivos raster.
 

Uma introdução aos arquivos gráficos raster


Quando entendemos a idéia por trás dos arquivos raster files, fica mais fácil de relacionarmos eles ao pontilhismo. Uma técnica de pintura onde pontos pequenos e distintos são aplicados em padrões para formar uma imagem maior e mais complexa. Pense na pintura mais famosa de Georges Seurat, de 1884, “Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte", como exemplo. Seurat utilizou apenas a quantidade certa de pontos para enganar nossos olhos para que vejamos certas cores e isolemos imagens de personagens como se eles estivessem em sua própria ilha. A pintura é melhor compreendida quando vista de longe. Para conectarmos o trabalho dele com a arte das imagens raster, a idéia básica é a mesma. Arquivos raster criam uma ilusão de cor através de refrações, reflexos - pontos ambíguos. Elas dão a ilusão de forma, luz, e objetos em uma superfície bi-dimensional ou na tela de um computador.

Arquivos raster primeiramente eram usados para a tecnologia da tv, com o termo referindo à região do tubo de raios catódicos (CRT) ou tela de cristal líquido (LCD), capazes de processar imagens. Muita informação? A idéia principal é que a complexidade dos arquivos raster é formada pela complexidade ou número de blocos coloridos, também conhecidos como pixels. Esses arquivos são construídos utilizando um número fixo de pixels, que não podem ser redimensionados significativamente sem comprometer a sua resolução.

 

Utilização de arquivos raster

 

Arquivos raster são considerados os mais ideais para quando você prefere mostrar as nuances de cor e gradientes e sombreamento. Por exemplo, ao editar fotos ou pinturas fotoreaslísticas - mas não para trabalhar em seu design de logo ou compartilhá-lo com um colaborador.


Arquivos raster usam milhares de pixels para construir uma imagem. Alguns termos importantes para se lembrar são PPI (pixels por polegada), utilizado em tecnologia digital, e DPI (pontos por polegada), que é utilizado para impressão.
Uma vez que uma imagem raster tenha sido gerada, ela não pode ser redimensionada. Isso pode comprometer seriamente a aplicação de ser logo e é importante se lembrar disso.

 

No final, a decisão que você faz em relação a que tipo de arquivo você quer trabalhar depende de o que você pretende fazer com ele. A Adobe disse: 


“Uma vez que os vetores são baseados em formulas, uma imagem vetorial pode ser escalada em alta resolução para virtualmente tamanhos ilimitados.”

 

O pacote de logos em alta resolução da Logogenie 


 

Com o software gratuito e premium da Logogenie, usuários têm acesso a uma grande variedade de ferramentas eficientes que lhe ajudam a criar o design de seu logo. Nós destacamos como utilizar essas funções aqui.


Uma vez que você tenha finalizado o design de seu logo, você pode fazer o download dos arquivos em vetor em um pacote único. Ele inclui múltiplas versões de seu logo em formatos de alta resolução formatados tanto para impressão quanto para a web, incluindo JPG, PNG, PDF, e SVG. Isso faz com que seja muito fácil seguir em frente com o seu design, para você continuar trabalhando nele com algum designer ou colaborador, compartilhar com o público, ou enviar para uma gráfica para seu material promocional. O arquivo estará pronto para ser usado!

 

Veja os nossos outros artigos